A geração Y

[custom_frame_right shadow=”on”] Geração Y
[/custom_frame_right]

Hoje o meu tema é a minha própria geração, a Geração Y, Geração do Milénio ou Geração da Internet. Esta geração engloba essencialmente todas as pessoas nascidas no mundo ocidental dos anos 80 a meados dos anos 90.

Esta é a geração que cresceu com o take-off da informática e com a revolução da Internet. Somos a primeira geração na qual a Internet teve um impacto profundo o suficiente para moldar a nossa vida e a forma como vemos o Mundo.

Os nossos Pais, malta nascida nos anos 50 e 60, desenvolveram a sua personalidade primeiro, lutaram politicamente, tiveram empregos e filhos e só depois é que lhes chegou a informática, as comunicações móveis e a Internet. Como é óbvio, estas coisas também tiveram um bom impacto na vida deles mas nada que se compare com a nossa geração. Nós vimos a nossa personalidade influenciada directamente pela internet e pela conectividade geral que as nossas vidas tiveram especialmente a partir do ano de 95.

De repente, eu, cidadão Português de 27 anos tenho montes de coisas em comum com milhões de jovens de 20 e tal anos dos USA, França, Itália, UK, Alemanha, Canadá, Brasil, etc. Todos nós vemos os mesmos vídeos, as mesmas séries, as mesmas piadas. Todos falamos a mesma linguagem, todos usamos anglicismos que todos entendemos como LOL, ROFL, WTF, LMAO, GTFO, entre muitas outras. E, principalmente, todos podemos falar uns com os outros através de videochamadas nos nossos PC’s ou até nos smartphones enquanto passeamos na rua.

Há vários estudos sociológicos que tentam compreender o impacto que a Geração Y pode causar no Mundo e normalmente os resultados apontam para um aumento de competitividade no mercado de trabalho mas para uma deterioração grande nas relações com os parceiros de vida.

A Geração Y quer ser totalmente original e inovadora, quer experimentar novas sensações, quer criar a próxima Google, quer resolver problemas sociais, quer continuar a jogar Playstation e XBOX, quer salvar o mundo, quer usar a sua juventude para fazer algo que importe realmente e não quer simplesmente trabalhar para sobreviver enquanto a vida lhe passa ao lado.

A Associação Fazer Avançar, embora não se esgote na Geração Y, representa em grande medida esta geração. Queremos um mundo melhor, pessoas mais felizes, mais mentalidades jovens independentemente da idade, mais competencia. Lutamos por isso todos os dias.

A Geração Y quer ser eternamente jovem e o mais interessante é que esta geração parece ser, realmente, a primeira geração a libertar-se das amarras da idade, a primeira geração “Forever Young”.

Por Raúl Testa

[clear] [divider]

Leave a comment



Newsletter


[flat_button text="Newsletter" title="Newsletter AFA" url="http://eepurl.com/RXqlH" padding="14px 36px" bg_color="#1E90FF" border_color="#1E90FF" border_width="1px" text_color="#FFFFFF" text_size="14px" align="left" target="_blank"]