Coimbra tem mais encanto

“Isso em Coimbra é que era!”, foi uma das primeiras reações que tive quando um grande amigo meu, um dos fundadores da AFA, me contou sobre a associação que em breve iria criar em Leiria. Na altura, estudávamos no mesmo curso na Universidade de Coimbra, partilhávamos a mesma casa e fazíamos parte da mesma tertúlia académica.

A pouco mais de 70 km dali nascia a Associação Fazer Avançar, composta por voluntários que se dedicavam a questões sociais e dirigida aos jovens. Em Coimbra não faltavam associações juvenis mas aquilo que a AFA propunha era fazer crescer os jovens pessoal e profissionalmente através da identificação de problemas sociais e da tentativa de resolução dos mesmos. Isto sem qualquer tipo de ligação partidária ou religiosa.

Para mim, fazia todo o sentido levar a associação para Coimbra mas a AFA ainda mal gatinhava em Leiria e o caminho até à cidade dos estudantes ainda era longo.

Poucos anos depois, a AFA lançava o SPEAK, um programa em que qualquer pessoa pode ensinar ou aprender uma nova língua e cultura. Sendo Coimbra uma cidade multicultural e que vive do ensino, parecia-me ainda mais indicado que a associação tentasse a sua sorte na cidade dos estudantes.

Nessa altura, a Universidade de Coimbra era das mais populares do país entre os participantes do programa Erasmus e pela cidade misturam-se nacionalidades e línguas. Apesar de virem de todos os cantos da Europa, estes jovens tinham em comum a curiosidade pela cultura portuguesa e a dificuldade em falar a nossa língua. Este problema tornava-se especialmente grave quando a “indesejada” mas inevitável época de exames chegava, revelando uma enorme falha na integração de jovens estrangeiros na vida académica de Coimbra. Mas a diversidade de Coimbra não se resume aos estudantes Erasmus, há bastantes cidadãos de origens diferentes na cidade (6237 no Concelho de Coimbra) e há muita coisa que podemos aprender sobre o mundo e sobre as pessoas.

[custom_frame_left shadow=”on”]AventurAFA[/custom_frame_left]

 

A AFA chega, finalmente, a Coimbra e, além do SPEAK, traz também o Happiness Club, uma iniciativa que promove o bem-estar social e o aumento dos níveis de felicidade dos cidadãos ao mesmo tempo que promove trabalho de investigação sobre o tema do impacto da felicidade nas nossas vidas.

O mérito vai todo para o grupo de jovens que viu no trabalho desenvolvido pela AFA uma oportunidade para ultrapassar as mesmas dificuldades de integração social que Coimbra já tinha durante os anos em que lá vivi. Decidiram começar numa cidade carregada de cultura, potencial e onde o conhecimento e a alegria andam sempre de mão dada, aquilo que carinhosamente apelidaram de AventuraAFA. Força Rute Santos, Sandra Bernardo, Marina Castanheira, Patrícia Mano, Vera Cunha e Patrícia Roque, boa sorte!

Para se juntarem a estas voluntárias de Coimbra e à AFA, dêem um salto à loja 306 do Centro Comercial Avenida, na Avenida Sá da Bandeira.

Joel Monteiro,
Membro da equipa de Comunicação e Marketing
[clear]

Leave a comment



Inês Moreira

4 anos ago

Olá!
O meu nome é Inês.
Sou da zona de Leiria mas vivo e trabalho em Coimbra há 6 meses.
Tomei conhecimento hoje do trabalho desenvolvido pela AFA e pareceu-me bastante interessante!
Já há alguns meses que ando a tentar envolver-me em algum projeto em Coimbra mas apesar das tentativas ainda não deu em nada.
Precisam de mão de obra no SPEAK ou noutras iniciativas? =)

Newsletter


[flat_button text="Newsletter" title="Newsletter AFA" url="http://eepurl.com/RXqlH" padding="14px 36px" bg_color="#1E90FF" border_color="#1E90FF" border_width="1px" text_color="#FFFFFF" text_size="14px" align="left" target="_blank"]